Coluna nova no ar!

Falar sobre o game "Street Fighter II" é um deleite para os fãs de jogos!  Cada um vai lembrar de um personagem, golpe ou versão favorita do jogo (que teve oito versões "diferentes").

Porém, vamos falar da primerona:  "Street Fighter II - World Warrior".  Quando chegou aqui no Brasil, em 1991, o arcade foi uma verdadeira febre!  Dezenas de fichas eram gastas nas máquinas por cada cabeça que fazia uma fila para jogar.

E ambiente de fliperama (ou playtime) era uma desgraça!  Sempre tinha um secão que queria "te garantir" deixando você jogar um round enquanto ele jogava os outros dois (se você perdesse, claro).  O noob dizia que zerava o jogo, mas tinha jogado menos que deveria.

Também tinha os que se achavam fodões que ficava de longe só observando alguém colocar uma ficha para ele inserir outra e jogar contra.  Mas quando ele perdia, sai de fininho de tanta zoação que levava!

Brasileiro gosta de tirar onda e não foi diferente com SF II.  Os efeitos sonoros do jogo não eram lá essas coisas e as falas dos personagens eram praticamente impossível de se entender (com exceção do "Haduuuuuuuuuken").

Assim, surgiram diversas denominações brazucas para os lutadores e golpes do game.  E a estreia da coluna "Te Lembra Disso?" vai recordar tais apelidos!  Vem comigo!


NOMES DOS PERSONAGENS


Falar português é difícil, imagina inglês ou japonês!  Daí, tome abrasileiramento de nome de personagem!

Guile - Ninguém até hoje pronuncia "Gáiow".  É Guile, negão!  Do jeito que se lê!  E pegou, fudeu!

Macumba - Também conhecido como Dhalsim.  A galera com preguiça de falar o nome do cara meteu logo o apelido.  Só porque o indiano usava uma porrada de patuá no pescoço o chamaram de macumbeiro.

Mestre Bison - Ele era o último personagem do game e tinha escrito na tela "M. Bison".  Aí já decifraram o "M" misterioso para "Mestre".  Na verdade, o nome era Mike Bison (pronunciado Maique Baison) e pertencia ao boxeador Balrog.  Com medo de um processo do jogodor Mike Tyson, a Capcom trocou os nomes na versão ocidental.

Mister Bison - Outra ideia para o "M" resumido do último chefe.

Lobei - Essa eu vi na Internet e me mijei de rir!  Sempre que uma nova luta era iniciada, o locutor falava o nome do país do oponente.  Reza a lenda que um carinha sempre escutava "Lobei" quando o locutador falava "Brazil" e disse "que o Blanka é um lobisomem.  E lobisomem em inglês é Lobei".  Vai ser burro assim na escola do Chaves!

GOLPES


Esses eram os melhores!  Ninguém entendia bulhufas do que era gritado pelo personagem e tome invenção em cima.  Tinha golpe que nem era falado, mas ganhou apelido!  E o pior, o golpe era chamado também de magia! Hauhauhauaha!

Alex Fú - Vai dizer que tu entendia "Sonic Boom" quando o Guile soltava a magia?  Era Alex Fú, meu véi!

Gilete - Também do Guile, o golpe era executado sem falar nada.  Mas o povo chamou logo de Gilete.  Nada a ver com a opção sexual do cara.  Depois, foi adicionado o som em que ele fala "Flash Kick".

Ataque das Coruja - "Tatsumaki senpuu kyaku" era o que Ryu e Ken falava ao dar o golpe girador com os pés.  Sério!  Eles não diziam isso neeeeeeeem fudendo!


Hollywood - Hoje a gente escuta bem claro o "Shoryuken", mas em SFII era um tal de Hollywood.  A denominação provavelmente deve ter sido inventada pelos adolescentes que viviam fumando o tal cigarro nos fliperamas...

Tiger Robocop - Clássico!  O uppercut de Sagat foi trocado pelo robô da O.C.P. e todo mundo gritava isso quando dava um soco!

Pilão - Nenhum golpe do Zangief era falado, mas a gente apelidava assim mesmo.  O mais famoso era o pilão, em que ele pegava o inimigo, girava no ar e caía com a vítima entre as pernas.


Cocada - Golpe não falado do Dhalsim que dava uma série de cabeçadas no oponente.  A galera gritava "Encurrala no canto com o Macumba e mete cocada!".

Choquinho - Blanka não fala nem um "ai", mas o brasileiro do game tinha apelido para seus golpes.  O pior é que era sempre em diminutivo...  Esse era usado quando se pressionava soco fraco diversas vezes seguidas.

Bolinha - Outro do Blanka em que ele atacava o inimigo em forma de bola no estilo Sonic.  Também era o apelido de um golpe do Vega.


Cuzcuz - Cabeça dada pelo Honda!  Até hoje é cuzcuz, cara!

Súuuuuuuuuu Eique - Ataque do Vega que subia na grade, dava um gritinho e agarrava o inimigo.

Além dos golpes e nomes, algumas status dos personagens ganharam apelido.  Como o "maroado" ou "bolado" quando o boneco ficava zonzo e imóvel.

Quer saber?  Vou ali jogar meu emulador de "Street Fighter II - Word Warriors"!

0 Responses so far.

    Perfil

    Minha foto
    Jornalista especialista em cultura pop principalmente cinema.

    Frequentadores