sexta-feira, 13 de abril de 2012 às 09:30 Postado por Leonardo Peixe 0 Comments

Jason Reitman e Diablo Cody é uma parceria que já rendeu bons resultados em "Juno".  O estilo bem dosado de drama/comédia do diretor e as referências nerds e situações porralouca da escritora casaram bem no longa de 2007.   A química volta a funcionar em "Jovens Adultos".

Charlize Theron vive uma escritora de livros para adolescentes (daí o título do filme) que saiu de uma pequena cidade para fazer carreira.  Após seu divórcio, ela vive em casa entediada.  Eis que resolve ir atrás de seu amor dos tempos do colegial. 

Porém, ele está bem casado e com uma filha recém-nascida.  Mesmo assim, a transloucada vai seguir os seus instintos e tomar o homem para si.  Ao menos, vai tentar...

A personagem é um retrato de Cody, uma ex-stripper que esteve em situações bem inusitadas.  Através de sua Marvis Gary, podemos perceber a atitude impulsiva da criadora que também revela de onde tira algumas de suas ideias.

Como?  Prestando atenção nas pessoas e anotando conversas.  Simples assim.

Theron empresta charme, sensualidade e audácia ao papel.  Porém, nas mãos de uma atriz com um pouco mais de sensibilidade poderíamos ter momentos mais emocionantes.  Na cena do barraco, já quase no final, fica claro que a atriz oscarizada trava em certas falas.


As referências nerds de Diablo estão presentes em Matt Freehaulf (Patton Osvald).  Sem dúvidas, o melhor personagem do longa.  Por conta de um passado traumático, ele vive sem perspectiva.  O contador tem como hobbies fazer whisky artesanal (como a reserva Mos Eisley) e modificar cabeças de bonecos de super-heróis e vilões.  Matt e Marvis compartilham um forte laço com o passado que acaba eclipsando a visão do futuro.


Usar adequadamente e no tempo certo o tom dramático e de comédia é o talento de Jason Reitman.  Ele se esforça para puxar o melhor do elenco que não coopera muito.  Os outros coadjuvantes tem participações quase que inexpressivas.  O diretor parece desanimar na metade do filme e deixa o ritmo cair um pouco, mas retoma no final.

"Jovens Adultos" não tem Jason Reitman na sua melhor forma.  Mas marca um bom retorno de Diablo Cody que andava escrevendo coisas como "Garota Infernal".  A sintonia entre diretor e roteirista continua afinada, mas o elenco parece estar desatento à sinfonia.

Nota:


0 Responses so far.

    Perfil

    Minha foto
    Analista de Sistemas, jornalista, fã de Star Wars e cultura NERD.

    Frequentadores