O que aconteceria se James Bond virasse um aposentado? Seus instintos assassinos de agente secreto seriam ultrapassados pela ansiedade do chá das 17h? Ou o garanhão estaria dando em cima de velhinhas no baile de terceira idade? Pensando no que acontece com os agentes após a aposentadoria nasceu a idéia de “R.E.D. – Aposentados e Perigosos”.

Baseado na série em quadrinhos escrita por Warren Ellis, a charmosa e divertida adaptação para as telonas segue a historia do ex-agente da C.I.A. Frank Moses (Bruce Willis) que de repente vê sua tranquila vida de aposentado ser virada de cabeça para baixo. Ele se torna o alvo de um jovem agente (Karl Urban) que trabalha para a C.I.A.

Tentando entender porquê seus ex-patrões estão à sua caça, Moses alia-se a seus antigos amigos de campo e acaba descobrindo uma trama que envolve até o mais alto escalão do Governo estadunidense. E são justamente os coadjuvantes que dão credibilidade e charme à obra.

O diretor Robert Schwentke (Plano de Vôo) escolheu a dedo cada um dos membros da R.E.D. (sigla para Retired Extremely Dangerous ou Aposentados Extremamente Perigosos numa tradução literal). Morgan Freeman (Invictus) empresta seu talento e carisma para Joe Matheson, o braço direito de Moses. Já Brian Cox (X-Men 2) faz o galanteador russo Ivan Simanov. Mas o destaque do longa concentra-se em dois ases de ouro: John Malkovich e Helen Miller.

Em uma atuação hilária, Malkovich nos faz esquecer o papelão que aprontou em outra adaptação de HQ’s, “Jonah Hex – Caçador de Recompensas”. Ele interpreta Marvin Boggs, um agente aposentado totalmente paranóico que rende ótimos momentos de diversão.

Enquanto isso, a oscarizada lady Helen Miller (A Rainha) não desce do salto, mas empunha uma metralhadora automática e manda bala pra todos os lados. Chega a ser engraçado ver a versatilidade de uma atriz veterana que parece estar se divertindo interpretando uma assassina que gosta do que faz.

Tirando elenco e boas pitadas de humor, “R.E.D. – Aposentados e Perigosos” utiliza locações, clichês e bastante lugares comuns do gênero de ação. Mas quer saber? O filme é um excelente entretenimento.

Além do mais, o diretor foi bastante inteligente ao utilzar a história que mostra agentes da boa idade voltando à ativa e refoca os holofotes para alguns artistas que já estavam esquecidos do grande público. Ernest Borgnine, por exemplo, fez clássicos como “Os Doze Condenados” e “Meu Ódio Será Sua Herança” e está no longa como Henry, o Guardião do Arquivo. E Richard Dreyfuss, que perseguiu a fera sanguinária em “Tubarão”, volta como o pilantra Alexander Dunning.

“R.E.D. – Aposentados e Perigosos” reflete o comportamento de uma nova geração de velhos que demonstram uma vitalidade (e virilidade) mais ativa que muitos jovens por aí. A prova disso são os astros veteranos que estrelam e sustentam o longa de ação. Pelo visto, se James Bond estivesse aposentado continuaria rodeado de belas mulheres, carrões e cenários paradisíacos, mas sem os bandidos chatos para atrapalhar.

____________________________________________________________________________

Título Original: R.E.D.
Direção: Robert Schwentke
Elenco: Bruce Willis, Mary-Louise Parker, John Malkovich, Helen Mirren, Karl Urban, Morgan Freeman, Brian Cox, Ernest Borgnine, Richard Dreyfuss
Duração: 111 min
Ano de Produção: 2010
Estréia: 12/11/2010
Nota:

3 Responses so far.

  1. Caro Peixe,

    Ainda não entendi porque seu blog não foi mais votado na Sociedade. Votei nele, mas lamento. Confesso que não conhecia seu espaço. Talvez meus colegas não tenham votado mais a favor do seu blog por você não ser um "comentador puxa-saco". Uma pena. Acredito que na próxima você consiga.

  2. Olá Pedro Henrique,

    Agradeço o apoio e a visita! Na próxima chegamos lá! ;)

    Adoro o espaço da web pois permite essa socialização de conteudos e comentários.

    Concorrer à vaga foi bastante proveitoso por ter conhecido outros blogs e gente bacana!

    Forte abraço!

  3. Olá Leonardo,

    Sou leitor do Nerd Etílico e sou cinéfilo de carteirinha. Eu estou mandando esse email porque estou trabalhando numa empresa que desenvolveu um portal sobre cinema - o Cinema Total (www.cinematotal.com). Um dos atrativos do site é que você cria uma página dentro do site, podendo escrever textos de blog e críticas de filmes. Então, gostaria de sugerir que você também passasse a publicar seus textos no Cinema Total - assim você também atinge o público que acessa o Cinema Total e não conhece o Nerd Etílico.

    Se você gostar do site, também peço que coloque um link para ele no Nerd Etílico.

    Se você quiser, me mande um email quando criar sua conta que eu verifico se está tudo ok.

    Um abraço,

    Marcos
    www.cinematotal.com
    marcos@cinematotal.com

    Perfil

    Minha foto
    Jornalista especialista em cultura pop principalmente cinema.

    Frequentadores