terça-feira, 1 de junho de 2010 às 12:01 Postado por Leonardo Peixe 0 Comments

A adaptação de quadrinhos “Os Perdedores” (The Losers) representa bem a busca dos estúdios de Hollywood nos últimos anos. Os executivos procuram o tipo de material que possa ser explorado em muitas e muitas continuações. Claro que tanto o longa original quanto as seqüencias devem ter um bom potencial lucrativo. E que fonte (quase) inesgotável de histórias existe por mais de 140 anos? Acertou quem respondeu os quadrinhos.


Loucos para entupirem os cofres de dinheiro, a Warner Bros. decidiu utilizar a sua mina de ouro que ficou bastante tempo intocada, a DC Comics. Os personagens menos famosos e direcionados ao público adulto que permeiam as páginas da linha Vertigo da editora vêm sendo alvos constantes da Casa do Pernalonga.

Assim como “Constantine”, “V de Vingança” ou “Watchmen”, o recente “Os Perdedores” tem a missão de lotar as salas dos multiplex com os nerds fãs de filmes baseados em HQs e enriquecer ainda mais a Warner. Mas o longa tem os seus problemas.

A maior dificuldade diz respeito ao próprio material original que é pouco conhecido do público. A trama não traz super-heróis coloridos, mas um esquadrão de elite da CIA em que cada membro possui uma habilidade específica.

Logo no início do filme somos apresentados a eles. Clay (Jeffrey Dean Morgan) é o coronel responsável pelo grupo e desenvolve a movimentação tática em campo. Jensen (Chris Evans) representa o estereótipo do hacker de computador e encarregado da comunicação. Roque (Idris Elba) é o segundo em comando e perito em armas. Pooch (Columbus Short) é o expert em veículos. E Cougar (Óscar Jaenada) atua como atirador de elite.

Surge aí o segundo problema: as habilidades da equipe são pouco exploradas. Não há nenhum momento em que o manejo com as armas do Roque ou o trato com veículos do Pooch, por exemplo, sejam essenciais para o andamento da missão. Já o futuro Capitão América Chris Evans faz um Jensen falastrão, piadista, mau namorador e que usa camisas excêntricas. Quando o personagem deve atuar como hacker, faz besteira e não tem o seu momento de brilho aproveitado.

O trabalho acaba ficando a cargo de Cougar que, disparado, é o melhor personagem do longa justamente por fazer o que se propõe, ser um bom atirador. A cena em que ele dispara no tanque de gasolina da moto é de matar. Três vivas para Cougar!

Além dele, parece que somente Jeffrey Dean Morgan e Zoe Saldana, como Aisha, levam o filme a sério.  Morgan está bem como o coronel Clay, mas não tão inspirado como o Comediante de "Watchmen".  Quanto a Saldana, a beldade faz uma atuação convincente e exibe suas curvas que foram maqueadas por toneladas de pixels em "Avatar".  Sua personagem é a peça central que movimenta a história.

A trama começa em uma missão na Bolívia.  Lá, a equipe é traída por outro membro da CIA conhecido como Max (Jason Patric) e é dada como morta. Vivendo como perdedores em um país desconhecido, a chance de vingança e redenção aparece com a bela Aisha que também parece querer acertar as contas com o enigmático Max.

Esbarramos em outra dificuldade, talvez a pior delas. O terrível Jason Patric como um vilão de segunda. Sem dúvidas, o personagem Max é um dos piores inimigos já apresentados em uma adaptação de quadrinhos. Perde até para o Retalho de “Justiceiro – Zona de Guerra”. Max é o tipo de cara que explica três vezes para o capanga como cumprir suas ordens, mas executa a secretária porque a moça o desprotege, sem querer, do guarda-sol.
 
Cougar rules!

Para piorar, “Os Perdedores” não cumpre direito o papel de ser, ao menos, uma película de ação. O roteiro de Peter Berg (Hancock) e James Vanderbilt (Zodíaco) não equilibra os diálogos com as cenas movimentadas tornando o filme chato em alguns momentos. O diretor, porém, não ajuda.

Sylvain White (O Poder do Ritmo) deveria ter aproveitado melhor a chance de conduzir uma adaptação de HQ (que anda em alta) e opta por uma direção pouco inspirada. Prepare-se para ver muitas bandeiras dos Estados Unidos balançando ao vento e em câmera lenta. Será que surgiu uma cria de Michael Bay?

O resultado final de “Os Perdedores” ficou aquém também nas bilheterias. O longa custou 25 milhões e o rendimento mundial ainda não pagou o investimento. Fica a lição para a Warner Bros. de que nem tudo que se lê de bom nos quadrinhos funciona na tela grande.
__________________________________________________________________


Título Original:  The Losers
Direção: Sylvain White
Elenco:  Jeffrey Dean Morgan, Zoe Saldana, Chris Evans, Jason Patric, Idris Elba, Columbus Short, Óscar Jaenada
Duração: 97 min
Ano de Produção: 2010
Estréia: 04 de junho de 2010
Nota:

0 Responses so far.

    Perfil

    Minha foto
    Analista de Sistemas, jornalista, fã de Star Wars e cultura NERD.

    Frequentadores