Finalmente pude conferir o final de uma das séries mais comentadas dos últimos anos.  "Lost" termina a sua sexta temporada tentando explicar os mistérios que os fãs buscaram desvendar durante os anos de exibição do seriado.

ATENÇÃO! SPOILERS À FRENTE!

Ficamos sabendo porquê o Richard nunca envelhece, somos apresentados à origem de Jacob e do Monstro de Fumaça, descobrimos o que a ilha realmente guarda e o motivo de todos os personagens centrais estarem reunidos naquele local. 

A beleza da temporada, que tem bastante momentos de emoção, é mostrar o eterno conflito entre o bem e o mal.  O interessante é a forma de como o inimigo corrompe as pessoas para os seus fins nefastos.  Ele sempre utiliza a dor de perder alguém próximo como moeda de troca.  Porém, a escolha entre fazer o que mal lhe oferece e seguir o caminho correto depende totalmente da fé dos personagens.

Nessa trilha, muitos vão pelo lado obscuro.  Outros continuam pela luz acreditando em algo maior.

Dos personagens que mais se destacaram, podemos tirar John Locke e Ben Linus. Ambos colocaram o pé na luz e nas trevas e renderam ótimos momentos para o espectadores.  Além de serem os grandes questionadores não apenas sobre a Ilha, mas da vida e do comportamento do homem diante da fé.  A culpa do sucesso dos dois antagonistas se deve ao talento dos atores Terry O'Quinn e Michael Emerson, respectivamente Locke e Ben.  Certamente, eles merecem um Emmy.

Outro que sempre puxava um bom episódio era Desmond Hume.  Embora o ator Henry Ian Cusick tenha feito um bom trabalho, a vibração de ver o seu personagem na tela era responsabilidade mais dos roteiristas.  Eles criaram um personagem intrigante e muito bem construído, cujo objetivo pessoal era provar o seu valor e ficar ao lado da mulher amada.  A vontade da Ilha, porém, o levou para algo muito maior.

Os nossos queridinhos tiveram vez, mas todas as atenções da Season Finale focaram no destino do médico Jack Shephard (Matthew Fox) o que acabou descendo um pouco o nível da temporada em relação à anterior, por exemplo.  Desde o segundo ano da série, o doutor vem sendo eclipsado por Harrison James "Sawyer" Ford (Josh Holloway) e pelos personagens já citados acima.  O malandro ainda traçou as duas namoradinhas de Shephard.

Apesar de levar os protagonistas ao destino final e responder à algumas questões, a temporada levanta novas reflexões e (pasmem) deixa de explicar certas coisas.

O que diabos é a Ilha?  Um portal que contém todo o mal do mundo?  Qual foi o primeiro habitante de lá? Por que ela tem o poder de se deslocar no tempo?  O que danado é aquela roda que Ben Linus e John Locke girou?  E o momento WTF que acontece na Igreja.  Bem, parece que teremos que rever tudo de novo e procurar na ciência (ou na fé e na imaginação) a base para algumas respostas.

Outro fato que não ficou respondido foi a cena, ainda da primeira temporada, que mostra Claire (a grávida) sendo alertada para não cuidar do seu filho Aaron.  A alegação era de que o menino seria responsável por um grande mal.  Minha suposição era de que o Monstro de Fumaça iria fugir da Ilha encarnando no guri.  Ledo engano.


Novas suposições foram lançadas no meu Twitter e alguns amigos e seguidores sugeriram o seguite para o destino de Aaron:

@dudayama: Era no sentido figurado, acabou que as duas mães dele morreram e e ele vai se fuder no mundo sozinho...vai ver era esse o mal. kk

@LebredeMaio: Acho que foi um vidente que inventou que o Aaron teria um grande importância, mas depois descobrimos que ele era um vigarista...

@alexsandrovs: sei lá, pergunta pra kate, que quase é morte pela claire por que criou ele. haha.

 Eu pensei em algumas tbm:

- Acho q o Aaron veio para o Rio de Janeiro, pegou bastante sol e virou o Zé Pequeno, p****!

- Aaron cresceu, virou cantor e mudou o nome para Justin Bieber. Isso explicaria o grande mal q ele anda causando...

E você?  Qual teoria tem para mal não causado do Aaron?

Com Aaron bom ou mal, no final de tudo, "Lost" será uma daquelas séries que serão lembradas por anos e anos na frente.  Ela já se tornou um cult ao lado de "Twin Peaks" (que também trazia o mistério sobre quem matou Laura Palmer) e "Arquivo X" (que questionava se a verdade realmente estava lá fora).

0 Responses so far.

    Perfil

    Minha foto
    Analista de Sistemas, jornalista, fã de Star Wars e cultura NERD.

    Frequentadores