Levanta a mão o nerd que já pensou em vestir um uniforme colorido e combater o crime. Se falarmos essa frase em uma convenção de quadrinhos, o resultado certamente seria unânime. Ser um super-herói é uma fantasia recorrente na cabeça imaginativa dos apreciadores de gibis. Dando capa e botas vermelhas ao sonho de milhares, Kick-Ass voa das HQs para o cinema.

A história segue Dave Lizewski (Aaron Johnson), um nerd adolescente que adora colecionar gibis, ter sonhos eróticos com a professora e se masturbar. A virada na vida do rapaz acontece quando ele decide satisfazer a sua nerdice e veste-se de herói para combater o crime. Sem super poderes ou mesmo algum treinamento, Dave agora é chamado de Kick-Ass e parte para as ruas contra os malfeitores. A sua coragem acaba inspirando outras pessoas a tornarem-se vigilantes.

O longa de Matthew Vaughn adapta com bastante fidelidade a obra original de Mark Millar e John Romita Jr. O diretor já tinha experiência com filmes de quadrinhos na versão cinematográfica da fantasia “Stardust – O Mistério da Estrela”.

Diferentemente do seu trabalho anterior, Vaughn tem agora em suas mãos um autêntico filme de herói. Claro que a mente deturpada de Millar deu uma nova guinada às origens fantásticas dos personagens de HQs fazendo que eles se aproximem ainda mais da realidade. Como diz o próprio Kick-Ass, ele não foi picado por uma aranha radioativa e nem é um ser alienígena com poderes. Com isso, o autor espertamente cativa já de cara o seu público ao transformá-lo na estrela principal da saga e conferir-lhe um uniforme colorido.

O grande mérito do diretor foi ter a coragem de manter o humor negro e o tom agressivo dos quadrinhos. A bravura de Vaughn, porém, teve um preço. Ele teve que financiar o longa fora dos grandes estúdios de Hollywood que queriam fazer da obra uma espécie de “A Liga Extraordinária” para adolescentes.

Com o filme na mão e sem um distribuidor, o cineasta decide lançar o trailer de sua aventura na San Diego Comic Con, a maior feira nerd do mundo. Como resultado, a prévia foi ovacionada e acabou atiçando a cobiça dos executivos que logo esqueceram que a idéia de ter uma menina de oito anos fatiando bandidos com uma espada samurai era violenta demais.

Sim! Essa é apenas uma das deliciosas insanidades encontradas na história. A tal personagem é a Hit Girl vivida pela excelente Chloe Moretz (500 Dias com Ela). A atriz mirim contracena com o astro Nicolas Cage que interpreta o pai da garota e herói Big Daddy. Em uma das cenas mais comicamente absurdas, Daddy treina Hit Girl para que ela possa conhecer a sensação de ser atingida por uma bala. Sem pestanejar, o pai detona um tiro quase à queima-roupa na filha. A guria, vestindo um colete à prova de balas, sorri depois de ser alvejada.

O mais divertido é que os absurdos e a violência da trama são propositais e trabalhados pelo diretor com um tom de comicidade. Vide o vilão principal interpretado por Mark Strong que é um mafioso que tenta manter a sua fama de mal torturando um capanga enquanto tenta arranjar tempo de levar o filho a uma sessão de cinema.

Se você não gosta desse tipo de humor, não assista “Kick-Ass”. Porém, se você é um apreciador de quadrinhos e adora um humor escatológico recheado de cenas de ação, a adaptação foi feita para você (ou para nós).

Dessa forma, o longa de Matthew Vaughn segue o exemplo de fidelidade ao material original como visto em “Watchmen” ou “300”, porém com algumas poucas alterações. O cineasta antecipa alguns acontecimentos que acabam mostrando antes da hora reviravoltas importantes como a verdadeira origem do “herói” Red Mist (Christopher Mintz-Plasse).

Porém, as movimentadas cenas de ação, a violência exagerada, o toque de humor negro e, principalmente, o respeito à obra de Mark Millar e John Romita Jr tornam a película uma das melhores adaptações de quadrinhos. Palmas para Vaughn que provou à Hollywood que para se fazer um excelente filme de herói não é necessário apenas alguns milhões, mas sim coragem.

À nós, nerds, fica o agradecimento ao diretor em tornar realidade o sonho de ser um herói. Mesmo que ele dure apenas 117 minutos...

__________________________________________________________________


Título Original: Kick-Ass
Direção: Matthew Vaughn
Elenco: Aaron Johnson, Nicolas Cage, Chloe Moretz, Christopher Mintz-Plasse, Mark Strong
Duração: 117 min
Ano de Produção: 2010
Estréia: 11 de junho de 2010
Nota:

0 Responses so far.

    Perfil

    Minha foto
    Jornalista especialista em cultura pop principalmente cinema.

    Frequentadores